Economia

Carpetes e estofados necessitam de desinfecção

Limpeza de tapetes e carpetes
MilliCare Brasil desenvolveu sistema de desinfecção de superfícies revestidas de têxteis

Os espaços corporativos e ambientes comerciais estão sendo organizados para a volta ao “novo normal”, e para que isso seja feito de forma segura, são necessários novos protocolos e metodologias de limpeza e sanitização.

Métodos e processos de desinfecção têm sido amplamente discutidos e divulgados, porém, o que poucos sabem é que os têxteis – carpetes, cadeiras e estofados – demandam um processo totalmente distinto, que ao mesmo tempo garanta a eficácia do resultado e também a integridade dos revestimentos.

A milliCare desenvolveu um sistema exclusivo de desinfecção de superfícies revestidas de têxteis que atende a todas essas demandas.

A pesquisa e desenvolvimento do novo processo foi uma iniciativa da milliCare Brasil, master franquia no país de uma das líderes mundiais em higienização de têxteis. O projeto envolveu um time de químicos e técnicos em carpetes que, em 45 dias, analisou produtos e processos, testou e comprovou, com laudos de laboratório, a eficiência do novo sistema.

O novo sistema de desinfecção de carpetes da milliCare está alinhado com a cultura da empresa: higienizar têxteis com metodologia sustentável que preserva a saúde das pessoas, contribuindo para a qualidade do ar interno de ambientes corporativos e comerciais. Mais ainda, o sistema oferece valor agregado de proteção dos ativos, prolongando a vida útil de carpetes e estofados.

A desinfecção envolve produtos que podem ser agressivos às fibras danificando-as e metodologias que exijam longo período de inatividade dos ambientes tratados. Equacionar a eliminação de vírus e bactérias sem risco para a saúde das pessoas, protegendo o carpete com um sistema de aplicação rápido e prático, foi o desafio dos técnicos da milliCare Brasil.

 

Como funciona

Após diversos ensaios, foi selecionado um desinfetante para uso hospitalar – certificado pela Anvisa – que reúne características antioxidantes, não corrosivas, inodoras e anti-inflamáveis. O processo consiste na micro aplicação do desinfetante diretamente no carpete com equipamento específico, seguido de escovação para que o produto atinja profundamente as fibras e do tempo necessário – especificado pelo fabricante – para sua ação. Após 10 minutos da finalização do processo, o ambiente está desinfetado, seco e pronto para ser utilizado.

O processo difere da desinfecção de superfícies duras, que exige apenas a limpeza e aplicação do desinfetante pelo tempo necessário. Em têxteis, que são superfícies porosas, é necessária outra metodologia e equipamento próprio, que garanta que o desinfetante seja absorvido pelas fibras.

Paulo Vinicius Jubilut, CEO da milliCare Brasil, adverte, porém, que o processo só pode ser aplicado sobre o carpete pré-higienizado. “Você pode limpar sem desinfetar, mas não pode desinfetar sem limpar”, lembra ele. “O processo de desinfecção segue uma cadeia de protocolos que começa na higienização. Não havia um protocolo específico para desinfecção de têxteis, ou seja, para superfícies porosas. Conhecíamos alguns indicadores, claro, mas quisemos ter a segurança de que nosso processo cumpriria todos requisitos: da desinfecção até a proteção do carpete. Portanto, voltamos ao laboratório, pesquisamos, testamos e criamos um sistema que atende a todas essas demandas”, esclarece.

A milliCare disponibiliza, também, laudo microbiológico das condições do carpete pré e pós-desinfecção, que garante o resultado do processo. “É preciso lembrar que o processo de desinfecção garante a eliminação dos germes e bactérias presentes nos têxteis, naquele momento, mas não garante que não poderão ser infectados no futuro”, alerta Jubilut. “Por isso, é fundamental que haja um programa de higienização que reduza o risco de propagação. É recomendável, também, que a desinfecção seja repetida regularmente, principalmente durante o período da pandemia”,  conclui.

Flor
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

destaques

To Top